terça-feira

escrevo à pressa, o tempo é corrida, imutável, o segundo que passou já não será nunca meu

aperto-te o pulso, confia, vai cair, vais sentir

sossego no ouvido, tranquilo, respiro e digo-te com um suspiro: o amor é nosso.