quinta-feira


tu sabes a ilusão que és e a ilusão que me dás. mais do que tudo sabes bem que nada do que temos ou do que somos é uma ilusão. é uma realidade tão nossa mas que deve ser partilhada com os outros porque apesar de termos criado um mundo próprio onde proliferam determinadas noções que aos nossos olhos são básicas mas aos olhos dos outros são complicadas, compete-nos, a nós meu Amor, aprender a viver com tudo o que está à nossa volta e não apenas com aquilo que julgamos ser real.

tu és tão bela. tu não fazes ideia da beleza que ostentas, tu não fazes ideia do valor que tens para mim pois não? mais do que tudo és tudo e um pouco mais, és tudo e mais um bocado, mais um bocado enorme. não se pode apenas viver de tudo, temos de viver de mais alguma coisa e tu trouxeste-me, tu deste-me essa coisa a mais, tu deste-me tudo e alguma coisa mais. será demais dizer que és tu e só tu o ar que respiro? será demais dizer que és tu e só tu que me tira a sede? ah e se tenho sede! quero-te mais! será demais dizer que és tudo o que quero?

não me julgues tanto. não me odeies tanto, não ouses, por favor, não ouses nunca mais dizer que já chega, porque não não chega e nunca vai chegar porque nenhum segundo contigo é a mais, nenhum minuto contigo chega, não será a eternidade que vai chegar. portanto não ouses dizer nunca mais que já chega, não, não chega! se um dia o fim chegar será o principio que começou outra vez. amo-te.

Sem comentários: