quinta-feira


“Realizou-se o meu antigo sonho de voar. Vogo, imponderável, num meio invisível; sem custo deslizo acima de uma região cheia de sol. No entanto, não avanço de barriga espetada, cabeça erguida, como crê dever fazer o homem na sua pretensão filistina de dignidade. Prefiro a atitude dos vertebrados, consagrada por tradições milenárias: tenho as costas voltadas para o céu e a cabeça para a frente. Quando quero olhar diante de mim, a posição dolorosa do meu pescoço erguido lembra-me que sou, na verdade, um habitante de outro mundo.”

- Konrad Lorenz, A Agressão

Sem comentários: