quinta-feira


tu sabes a ilusão que és e a ilusão que me dás. mais do que tudo sabes bem que nada do que temos ou do que somos é uma ilusão. é uma realidade tão nossa mas que deve ser partilhada com os outros porque apesar de termos criado um mundo próprio onde proliferam determinadas noções que aos nossos olhos são básicas mas aos olhos dos outros são complicadas, compete-nos, a nós meu Amor, aprender a viver com tudo o que está à nossa volta e não apenas com aquilo que julgamos ser real.

tu és tão bela. tu não fazes ideia da beleza que ostentas, tu não fazes ideia do valor que tens para mim pois não? mais do que tudo és tudo e um pouco mais, és tudo e mais um bocado, mais um bocado enorme. não se pode apenas viver de tudo, temos de viver de mais alguma coisa e tu trouxeste-me, tu deste-me essa coisa a mais, tu deste-me tudo e alguma coisa mais. será demais dizer que és tu e só tu o ar que respiro? será demais dizer que és tu e só tu que me tira a sede? ah e se tenho sede! quero-te mais! será demais dizer que és tudo o que quero?

não me julgues tanto. não me odeies tanto, não ouses, por favor, não ouses nunca mais dizer que já chega, porque não não chega e nunca vai chegar porque nenhum segundo contigo é a mais, nenhum minuto contigo chega, não será a eternidade que vai chegar. portanto não ouses dizer nunca mais que já chega, não, não chega! se um dia o fim chegar será o principio que começou outra vez. amo-te.

“Realizou-se o meu antigo sonho de voar. Vogo, imponderável, num meio invisível; sem custo deslizo acima de uma região cheia de sol. No entanto, não avanço de barriga espetada, cabeça erguida, como crê dever fazer o homem na sua pretensão filistina de dignidade. Prefiro a atitude dos vertebrados, consagrada por tradições milenárias: tenho as costas voltadas para o céu e a cabeça para a frente. Quando quero olhar diante de mim, a posição dolorosa do meu pescoço erguido lembra-me que sou, na verdade, um habitante de outro mundo.”

- Konrad Lorenz, A Agressão

domingo

Estou farto de escrever mas sinceramente não me apetece fazer mais nada. Bem do que vamos falar hoje?
Por vezes não demonstro vontade não demonstro força para continuar, tomei por garantido algo que pelos vistos não é certo que pode ser tão depressa verdade hoje como mentira amanhã.
Ela diz-me que o que sinto agora posso sentir amanhã por qualquer outra pessoa, eu já lhe tentei dizer que isso só irá acontecer se eu demonstrasse uma predisposição para que isso acontecesse. Ou seja. Estou com uma pessoa, quero estar com essa pessoa, AMO ESSA PESSOA, só quero abraços daquela pessoa, só quero beijos daquela pessoa, só quero um olhar, um sorriso daquela pessoa, não quero mais pessoa nenhuma porque gosto daquela pessoa, porque me sinto bem com aquela pessoa, logo, não sinto necessidade alguma em procurar o que quer que seja porque já encontrei tudo o que preciso em ti, não percebes?

sexta-feira

TU ESTÁS MASÉ MALUCO. AH. MALUCOS NÃO SÃO OS QUE NÃO AJEM MALUCOS SÃO OS QUE NÃO FAZEM. NÃO SEJAS ASSIM PARA TI. ESCREVE ATÉ QUE DOAM AS MÃES DAS UNHAS. TU NÃO QUERES PARAR, TU NÃO SABES PARAR, TU NUNCA QUISESTE CONTINUAR MAS AGORA NÃO PODES PARAR. SABES BEM QUE VAIS CONSEGUIR, SABES BEM QUE QUERES, SABES BEM QUE VAIS QUERER, SABES BEM QUE JÁ NADA IMPORTA QUE JÁ TUDO IMPORTOU, SABES BEM QUE JÁ NADA QUERES QUE JÁ TUDO QUISESTE, AGORA O QUE TE RESTA É AMAR, SERES MELHOR, SERES ALGUÉM, CONSEGUIRES DARES A QUEM O QUE MAIS PRECISA, O APOIO O CARINHO O AMOR O OLHAR O ABRAÇO O ROSTO A FACE O BRAÇO, TU SÓ NÃO QUERERÁS SE JÁ NÃO PUDERES, TU SÓ NÃO QUERERÁS SE NÃO QUISERES, MAS TU QUERES E TU PODES, TU QUERES E TU PODES, VAI EM FRENTE FAZ-TE HOMEM TORNA-TE HOMEM, TORNA-TE QUEM TU QUISERES POIS DE TI PARTE A VONTADE DE TI PARTE A GARRA O SENTIMENTO A ILUSÃO O PODER A VONTADE A ILUSÃO O SENTIMENTO O PODER O QUERER O AMAR A GARRA A FORÇA O BATER DAS ASAS AO SOM DO TEU PEITO, O BATER DO TEU CORAÇÃO AO SOM DAS ASAS DELA, DA FORÇA QUE DELA VEM, DAQUILO QUE DELA VEM, AQUILO QUE TU QUERES PODE BEM NÃO SER AQUILO QUE TU PRECISAS MAS SERÁ CERTAMENTE AQUILO QUE TE FARÁ MAIS FELIZ, NÃO É INFELIZ QUE TE ENCONTRAS NÃO É PERDIDO NEM AMARGURADO, NÃO É FARTO NEM É SATURADO, É SÓ O QUE TU QUISERES SE ASSIM O QUISERES QUANDO QUISERES PORQUE É DE TI QUE VEM A FORÇA A GARRA O PODER O SENTIMENTO A ILUSÃO O SABER O SABOR A IGNORÂNCIA DE NÃO QUERER SABER MAS TU FAZES POR QUERER, TU QUERES PORQUE SABES QUE QUERES QUERER, E TU BEM SABES O QUANTO QUERES VIVER.