terça-feira

mais um copo, mais um olhar, mais uma noite perdida.

mais um corpo, mais um sentimento, mais um copo partido.

mais mais mais mais mais, gritas por ti, gritas por ti gritas tudo, gritas demais.

mais um copo, mais um olhar, mais uma noite perdida.

mais um corpo suado, mais um olhar apagado, mais uma cara de apaixonado.

mais mais mais mais mais e mais, queres sempre mais, queres sempre tudo, não tens nada.

mais um copo, mais um olhar, mais uma noite perdida.

fosga-se. ridiculo até mais não. mais um copo, mais um olhar.

estás desencontrado. desenquadrado. já tens tudo.

quarta-feira

torna-se cada vez mais difícil não atropelar ninguém com esta maneira de ser, porém, torna-se cada vez mais difícil esperar por alguém disposto a perceber que se é assim que está é assim que fica. ficas especado a observar atentamente aquela parede à espera que se mexa para tu puderes passar, olhando para trás tudo parece tão ridículo, tão fora do que era suposto ter sido. agora mexe-te.