domingo

Ubuntu

Ontem instalei o Ubuntu. Já andava à algum tempo a ameaçar mas nunca tinha chegado a um ponto em que dissesse "foda-se, é hoje!". Até porque o Vista apesar de todos os erros e conflitos que me dava aguentava-se, fazia o que eu queria e só reclamava quando tinha o registry cheio de merda, mas ontem foi a gota de água. Tinha formatado o pc à menos de uma semana através do recovery disk da HP, e do nada o pc começa-se a marar, um virus qualquer maluco não sei, seleccionava uma pasta e ele seleccionava-me 8 pastas diferentes, queria apagar uma linha de texto e ele copiava-me a linha de texto, queria fazer restart e nada tinha que o desligar na torre, pá fiquei fodido porque já não era a primeira vez que aquilo me acontecia mas tinha-o formatado à menos de 7 dias e não me estava mesmo nada a apetecer formatá-lo hoje e ter que o formatar amanha outra vez.
Tinha um cd com o Ubuntu 7.10 colado no painel de cortiça, naquela de "um dia uso-te, descansa que nao me esqueço de ti xuxu", cravei o cd no leitor de cds da torre fiz-lhe boot, formatei o pc e instalei o Ubuntu, uff alivio. Ligo-me ao pidgin, todo contente e vou logo falar com o meu amigo que ao tempo me andava a dar na cabeça para migrar para ubuntu, e eu sempre com as minhas teorias cépticas "ah e tal é difícil de usar", ele diz-me que a ultima versão da distro do Ubuntu é a 8.10, e faço o update.
Feito o update as coisas não correram lá muito bem, ele diz-me que de acordo com a experiência que tem não é muito aconselhável fazer o upgrade de uma distro a partir de outra. E eu, revoltado, e sem querer voltar para o Vista faço o download do Ubuntu 8.10. A partir daí tem sido rosas. Feito o download faço right-click no icon da imagem iso do Ubuntu e clico onde diz "Gravar para o disco" - OPAH! Isto grava automaticamente imagens iso sem necessidade de software terceiro, fantástico!
Acaba a gravação meto o cd no leitor outra vez, restart, boot, format, bem vindo ao Ubuntu 8.10! Meu deus, ainda agora cheguei e sei que de aqui nunca mais quero sair. Instalo as drivers, instalo o compiz, instalo o som, ambiento-me com os menus, o layout, tudo Tao fácil e intuitivo, ahh que tranquilidade.. Hoje sou Ubuntu e tenho pena de não o ser à mais tempo.

Sem comentários: