terça-feira

hi5-ologia

O que raio é o hi5 hoje em dia ?

Pareceu tão prometedor ao inicio, uma rede engraçada com o objectivo de criar amizades e re-encontrar amigos. Hoje? Hoje parece ser uma prova de estatuto social e tema de conversa de café como se se tratasse de algo importante e significante para a imagem da pessoa.

Eu pessoalmente acho estranho, acho mesmo muito estranho, que alguém fique chateado por não estar no top de outro alguém. Da última vez que estive em Portugal, das frases mais ocorrentes que ouvi foi: porque é que não estou no teu top?

Quando estava na escola antes de vir para Espanha, lembro-me que um colega da minha ex-turma passava (no mínimo) 40% do tempo prático da aula no hi5 a ver fotos, comentar fotos, comentar perfis, enviar mensagens. Chegava mesmo a ficar aborrecido se ninguém lhe fizesse comentários às fotos ou ao perfil.

E agora com a chegada do verão vamos ver uma inundação de fotos no hi5. É nesta altura que toda a gente luta para ser cada um mais original que o outro. Procuram musicas que sejam "fashions" para roubarem uma parte do refrão da mesma, meterem nas descrições das fotos do hi5 para darem um ar mais "in" à coisa.
O hi5 tornou-se numa excelente maneira de cada um demonstrar quem é ao mundo, sem abrir a boca, basta para isso editarem os interesses, os filmes, jogos, livros preferidos, até mesmo as citações preferidas. Quando alguém me vir na rua e me reconheça vai dizer: "Olha aquele chavalo também gosta do Pulp Fiction".


E o factor surpresa?

Quando eu conheço uma pessoa nova, não sei nada sobre ela. Começo por saber o nome, a idade, se é da mesma cidade que eu ou não, e vai daí estamos a tomar café. A curiosidade surge e vai-se perguntado, cria-se ali uma intimidade, cria-se acima de tudo uma amizade.

E o que é que o hi5 nos dá? Tudo!

Conheço uma pessoa, não sei nada sobre ela, começo por saber o nome a idade, se é da mesma cidade que eu ou não e vai daí, estamos a tomar café. A curiosidade não surge, e porquê? Porque entretanto eu já fui ver o perfil do hi5 dessa pessoa, e sei os livros que gosta, os filmes que gosta e inclusivé sei a sua citação preferida.

Amigos amigos amigos, hi5 à parte. Fazer do hi5 uma parte integrante do nosso dia-a-dia é doentio, sentir a necessidade de auto-afirmação e de satisfação pessoal com o hi5 como factor determinante nesse aspecto é catastrófico.

Isto aplica-se ao YouTube, ao MySpace, ao Facebook, ao Orkut, e a todas as outras redes sociais cuja função é aproximar as pessoas, mas ao invés está a aproximá-las do computador.



O mundo hoje é de facto uma aldeia global, mas o mais certo é daqui a menos de 50 anos nenhum vizinho se falar.

Sem comentários: