terça-feira

Saudade

Sinto a tua falta como sempre senti. Nao é caso para dizer que sinto mais a tua falta numas alturas do que noutras, porque na verdade sinto sempre a tua falta. Seja nos momentos maus em que penso que adorava estar contigo para sentir o teu apoio, seja nos momentos bons, em que adorava estar contigo para podermos rir os dois.
Tornaste-te uma parte de mim, alguém indispensável que me traz paz e paixão. Isto pode vir a parecer um bocadinho pindérico, mas a verdade é que muitas vezes apeteceu-me perguntar-te se não te doeu quando caiste lá de cima. És para mim um ser quase perfeito, embora ninguém o possa ser, porque todos temos falhas (mesmo Deus teve as suas), quando estou contigo a única coisa que consigo ver a minha frente, é a pessoa mais doce, querida, simpática, honesta, ternurenta, linda.
Morro de saudades tuas, e garanto-te que não sentia tanto a tua falta se não pensasse em ti todos os dias. Desculpa.
Tenho um medo terrível de não conseguir corresponder aquilo que esperas de mim, porque tu sempre superaste aquilo que eu esperei seja de quem for. No final, antes de me ir deitar, levo sempre para os meus sonhos, o pensamento de que sou a pessoa mais sortuda do mundo por te ter como amiga.

Amo-te,

Sem comentários: