segunda-feira

2007!

Sempre achei estúpido apenas uma noite para festejar um ano inteiro. Das duas uma, ou apanhamos uma 'bebedeira' descomunal numa noite, ou então vamos apanhando uma ao longo de uma semana. É sempre tempo de reflectir sobre o ano que passou, as escolhas que fizemos e posteriormente as escolhas que vamos fazer. Há sempre um ou outro episódio que desejávamos que nunca tivesse acontecido, ou outro que desejávamos que tivesse acontecido muitas vezes. Nesta passagem de ano prometi a mim mesmo fazer mais por mim, deixar de ser tão estúpido, ou seja, deixar de ter certas atitudes para certas pessoas quando sei quando daquele lado nunca vou ter um terço do que lhes dou. Sempre dei demais e sempre recebi muito pouco, sinceramente fartei-me de ser o bobo da corte. Para mim isto tem dois nomes, ingratidão e falsas-amizades.

Sempre que uma pessoa que eu tenha como amiga precisa de falar, desabafar, sou sempre o primeiro a perguntar se precisa de ajuda. Quantas vezes já não saí de casa a meio da noite só para ir ajudar uma dessas pessoas, aquela pessoa que me envia uma mensagem ou telefona-me, pessoa essa que não me falava à uma semana ou duas e que depois de uma hora ou duas de desabafo não me volta a falar durante mais umas semanas? São este tipo de situações que em 2007 espero conseguir eliminar, não me quero tornar um ingrato e negar qualquer tipo de ajuda quando me pedem, mas também não me vou mostrar tão disponível para certas pessoas como me tenho mostrado até agora, mesmo porque não merecem.

Vou ser assim porque é penso que é assim que deva ser, neste ano vou tentar criar mais cultura-geral, tentar criar um pouco mais de egocentrismo, ligar um pouco mais a mim mesmo, vou ter divertir-me mais e não ligar a coisinhas mínimas que não me deixam apreciar o dia-a-dia de uma maneira mais saudável. Vou tentar deixar de ligar aos outros, não quero viver a minha vida em função do que os outros podem achar que eu sou, quero viver a minha vida em função do que eu acho que deva ser.

Quero continuar a ser um bom amigo, um confidente, uma pessoa com a qual os meus amigos podem contar, quero particularmente saber que tenho amigos, coisa que neste momento não sei.
Parece-me que as amizades que tenho só se importam comigo quando precisam, sei de muitas poucas pessoas que tenho a certeza que posso contar, mas é isso que me deixa feliz, saber que as tenho. Para 2007 peço um pouco mais de mérito por quem sou, e pelo que faço ou já fiz. Para 2007 peço felicidade e leveza de ser. Para 2007 peço amor, muito amor.

Porque cada um tem o que merece, e eu sei que mereço mais.

Sem comentários: