quarta-feira

Atrofios de Estudante

25 de Setembro, mais uma aula de Lingua Portuguesa, o que por enquanto tem sido um mar de rosas, o professor Nuno Sousa, tem-se mostrado um professor que se preocupa com os alunos e não apena com a matéria, mas este dia até agora foi o mais significativo em relação à aulas de Lingua Portuguesa, pelo menos para mim. Ora qual não é o meu espanto quando o professor nos dá uns certos textos para lermos em casa para discutirmos na próxima aula, ao que eu imediatamente penso “Oh boa! Lá vou eu bater com a cabeça a ler Saramago..!”
Como eu me enganei.. durante a digestão, (leia-se casa de banho – santuário de leitura) e o cigarrinho e como já tinha lido a maria assumi que aquela seria a altura ideial para ler os tais textos. Devo admitir que o texto sobre Camões não me inspirou muito, o texto de José Luís Peixoto achei deveras engraçado, principalmente pela caracterização que ele fez da sua infância e do que se passa actualmente na véspera de natal, mas o texto que me inspirou a escrever este pequeno texto foi mesmo a crónica de Joaquim Azevedo!

Se há coisa que não gosto (tenho mesmo aversão) são aquelas pessoas (leia-se estudantes, ou alunos) que ao principio das aulas não se conhecem, mas depois lá para meio da segunda semana começam a ganhar mais confiança na turma e tufas! Lá se metem eles aos pares, a fazer barulho, a destabilizar a turma e a atirar pedacinhos de borracha, ainda com vestigios de saliva (sim porque estes seres primitivos, usam métodos rudimentares para cortar a borracha – dentadura!)
O problema é quando alguem da turma diz “Ah e tal, eles fazem barulho e são mal educados, mas quem fica afectado são eles” .. MENTIRA!
No meu ponto de vista uma turma é um todo! Um grupo! Ora, um grupo precisa de trabalhar em conjunto, precisa de ganhar estabilidade de modo a que continue estável o resto do ano. Simplesmente não podemos permitir que certas e determinadas pessoas afectem o modos operandis da turma! É inconformável, mais vale um pássaro na mão do que dois a voar, mas neste caso mais vale três ou quatro pássaros a voar e vinte na mão (por favor digam-me que perceberam a metáfora..!) .

Agora vou tentar chegar, onde quero tentar chegar, ou seja, tenho mesmo um objectivo depois deste latim todo. Vou citar uma frase da crónica “Há demasiadas horas de ensino, para tão pouca provocação à aprendizagem, ao esforço, ao trabalho, à conquista de metas estabelecidas” – CONCORDO!
E vendo bem o horário que nos foi imposto, CONCORDO AINDA MAIS!
Tenho consciência de que a escola não serve apenas para nos inundar com matéria até aos olhos, serve também para nos instruir, estamos na escola para aprender, e se não sabemos, ou se temos dúvidas é nosso direito questionar, e é nosso dever aprender! Independentemente do professor ou da disciplina, as dúvidas persistem, daí que o trabalho em turma tem que ser mutuo! Tem de existir responsabilidade por parte de ambos, turma e professor, aluno e mestre. Tem de existir vontade de aprender, tem de existir vontade de ensinar! De certeza que qualquer professor iria adorar ver-nos na televisão e dizer “Aquele rapaz foi meu aluno”, mas de certeza que nenhum professor iria gostar que abrissemos a boca e dela saisse algo semelhante a: “Estar vivo é o contrário de estar morto.”


Digo eu, na minha perfeita ignorancia!

domingo

Tentas ser..

Tentas ser mais do que apenas um amigo, tentas ser uma espécie de suporte, mas nem a ti mesmo te suportas.
Fizeste precisamente o que juraste a ti mesmo que nunca ias fazer, e fizeste, e ainda por cima fizeste-o de uma maneira grave.
Magoaste quem não querias, tudo porque foste invejoso em ciumento, se continuas assim, não vives nem deixas viver.
Tens que aprender a controlar melhor o que dizes e o que fazes em certas situações, não podes simplesmente pensar que certas pessoas vivem do que dizes ou pensas, do que fazes ou não fazes.
Não tinhas o direito de destroçar algo já de si quebrado, não és ninguem para fazer o que fizeste!
Vai-te habituando à ideia de que aquilo que fizeste destruiu uma das melhores coisas que tinhas: uma amizade duradoura.
Ao menos sabes admitir que erraste, e que o que fizeste foi errado, não vale a pena roeres-te mais pelo que fizeste, já está feito.. por mais que queiras andar atrás no tempo, o máximo que podes fazer neste momento é usares o erro cometido a teu favor, e efectivamente não voltares a cometê-lo.

Sinceramente desolado. Irrerversivelmente magoado.

sábado

E depressa acabou..

Sempre nos incentivaram a criar laços, sempre nos ensinaram que a solidão é um estado decadente que nos pode levar à loucura, daí que sempre nos foi dito que termos amizades, no verdadeiro sentido da palavra. Declaramo-as como "nossas amigas", mas esse tipo de amizades que se mantêm conosco ao logo do nosso percurso são pilares, sustentam os nossos medos, e guardam as nossas lágrimas. O problema, resume-se a isto: nós talvez sejamos muito bons a criar novas amizades, mas por vezes somos péssimos a mantê-las. Por vezes quando magoamos alguem, é preferível admitirmos a realidade, do que tentar disfarçá-la. Embora um pedido de desculpas seja sempre dificil, é um pequeno preço a pagar pelo erro cometido. Os sentimentos são um assunto extremamente frágil, e quando se diz precisamente o que não se deve dizer num momento de fragilidade emocional, o resultado pode ser desastroso para ambas as partes. Certos actos não têm desculpa, só podemos esperar que o tempo sare o mal cometido, mas é complicado e desgastante ver uma amizade destruída por causa de actos fúteis e de frases pensadas e ditas no momento, que na altura não nos damos conta das repercussões que podem vir a ter para o futuro da amizade. Por mais que digam que a vida não é complicada, é mentira, a vida é mesmo complicada, nós é que ainda não aprendemos a descomplicá-la.

terça-feira

PITAX!

"Pitas" - para quem não sabe, são aquelas raparigas que misturam 89 cores diferentes sempre que saiem à rua, têm sempre o telémovel da moda, o relógio da moda, os óculos da moda, as pulseiras da moda, os sapatos da moda, a camisa da moda, a calça da moda, e que se encharcam em Tommy Girl.

Imagina que és pai, e tens duas filhas, certo? Até aqui tudo bem!
São as meninas dos teus olhos, bonitas, educadas, vão à escola, chegam a casa a horas, gastas muito dinheiro na educação delas, mas sabes que é bem gasto, sabes que lhes tás a dar um futuro, um rumo na vida.

Mas ESPERA! Elas vão entrar para o ciclo.. uhhh..
Depressa elas começam a exigir-te roupas da zara, da quebramar, roupas daqui, roupas dali, mas tu dás! Claro que dás, queres que elas se sintam bem, sai-te caro mas tu amas as tuas filhas e não queres que lhes falte nada certo?
Mais tarde elas fartam-se do nokia 3310, que tu lhes deste para elas receberem as tuas chamadas, e querem o telemóvel da moda, aquele novo que saiu, tás a ver?
E tu como bom pai que és, dás! Claro que dás, só queres o melhor para elas.

Cedo elas vão para o sexto ano, para o sétimo, e começam a arranjar amigas, grupinhos, arranjam namorado, e contam-te tudo o que se passa com elas, porque amam-te e sabem que podem confiar em ti, e depois pedem para tu as deixares sair à noite com as amigas, mas tu tens receio de as deixar sair por causa dos rapazes, e dos bandidos, e do álcool, e é ai, atenção, é precisamente a partir do momento em que tu dizes "meninas, não vos deixo sair" TAU! Odeiam-te! Não, esqueçe, nunca mais vais ter nada delas! ELAS ODEIAM-TE!

Tu com remorsos vais deixa-las sair para a próxima vez, queres que elas convivam com as amigas, e com os amigos, queres que elas ganhem uma melhor autonomia quando toca a pessoas, não queres que elas se tornem acanhadas e que tenham medo de falar com as pessoas pois não?
Para teu espanto, sai um telemóvel novo, melhor, e uau tem sons polifónicos, mas espera, saiu outro novo, e este tira fotos! E ainda se chateiam contigo, porque a semanada e a mesada é fraca..
Fazendo as contas, as pitas são o vicio mais caro da nação, se uma tem algo novo, as outras todas também querem, tamos mal, mas não é do desemprego, não é da falta de exportação, não é por falta de investimentos, nem pelo preço do petróleo ter aumento, nem pelo PIB ser uma miséria a cada ano que passa, A CULPA DA NAÇÃO TAR NA MERDA É DAS PITAS!

Não reparaste, mas compraste 6 telemóveis para as tuas filhas em menos de um ano, mas não queres saber do dinheiro, só queres que elas tenham tudo do melhor.
Todos os dias deixas 5euros em cima da mesa de cabeceira de cada uma para elas almoçarem na escola, elas entram todos os dias em casa a mastigar pastilha de mentol, mas não notas nada de estranho até receberes um telefonema da directora da escola a dizer-te que ambas as tuas filhas foram apanhadas a fumar dentro do recinto escolar.
Aí o teu mundo desaba, como é que elas te fizeram isso? Tu sempre lhes deste tudo do bom, do melhor, nunca lhes faltou nada, deixas elas sairem à noite, e elas começam a fumar?
Como bom pai que és queres mudá-las de escola, por causa das influências, mas isso não se faz, isso seria a pior coisa que lhes podias fazer, elas não podem perder as amigas, e os amigos..

Tu decides não as mudar de escola, mas agora elas odeiam-te para sempre, jamais te vão falar da mesma forma, és o pior pai à face da terra!
Não te dás conta, mas as tuas filhas estão a passar por um nível de evolução a nível físico enorme, o periodo apareçe, as maminhas começam a crescer, o rabinho começa a destacar-se mais, e elas começam a comprar roupas mais justas e mais pequenas, que ajuda ainda mais a favorecer o aspecto físico.

Certa noite uma das tuas filhas chega a casa, mas reparas que traz um capacete na mão, tu ficas horrorizado e em estado de choque, discutes com ela, porque não admites que ela ande com alguem que tenha mota, só pode ser um bandido, ela diz-te na cara que te odeia, mas tu pedes desculpa à tua florzinha de estufa (à tua filha portanto) e decides convidar o namorado para jantar, para o conheceres melhor, durante o jantar fazes uma pergunta que não devias, ela sai da mesa disparada, mas antes diz que te odeia (outra vez), corre para o quarto e fecha a porta com muita força. O rapaz coitado, pede licença para se levantar e vai-se embora a pensar que és mesmo o pior pai à face da terra.
Tu sabes bem o que ele quer da tua filha, e como te preocupas com ela, apenas perguntaste se eles se preveniam, não tem nada de mal pois não?
A outra filha vai para o quarto consolar a irmã, e passado uma semana acontece a mesma coisa, só que desta vez o namorado tem um carro e não uma mota.
A mãe também vai falar com a filha, e depois vem falar contigo e diz que a magoaste, e de repente toda a tua familia está chateada contigo!
Mas porquê? Tu só estavas a zelar pela saúde da tua filha..

Iiiiiiihhhhhh pá.. ser pai é complicado..

Retrocesso temporal?

Acabo sempre por distorcer a realidade e confundir os meus sentimentos. Torna-se dificil pelo menos para mim conseguir distinguir a amizade do amor. Tento viver num casulo e tentar não ser afectado pelos sentimentos que vão surgindo, mas não consigo, o casulo rompe-se facilmente e volto a cair nas teias do sofrimento. Começo a ver-me a mim mesmo como uma mosca ingénua que vai sempre contra aquela luz incandescente que à partida sei que me vai queimar e mais tarde acaba por me matar. Não quer dizer que morra fisicamente mas emocionalmente fico destroçado. A depressão surge, mas já me acostumei aos anti-depressivos, aqueles pequenos comprimidos azuis que me fazem sorrir quando apenas quero chorar. Tanta lágrima que desperdiçei por tantas mulheres que amei, se as pudesse vender seria rico, muito rico mesmo, podia ter muita coisa, mas o que eu mais quero é encontrar o meu verdadeiro amor.
A conclusão demorou a chegar, mas egocentrico ou não, eu sei que dou demasiado valor demasiado depressa a certas pessoas. Não me interesso por curtes, ou fodas de duas horas sem depois ficar com o número de telefone da menina, admito que adoro a menina da menina, gosto daquela cor rosada e da temperatura amena que sinto quando a penetro, mas o sexo dura pouco, e eu procuro algo que dure muito.
O que me custa mais é que elas não se apercebam que hoje em dia são meros utensilios para os rapazes que as vêem apenas como uma noite bem passada com duas pernas. Eu não procuro sexo, eu procuro um suspiro no ouvido, eu procuro e anseio que alguem me diga "Amo-te!".
Não quero um amo-te fútil que apareça no fim de uma SMS, nem quero um amo-te que apareça quinhentas vezes numa conversa no MSN, quero um amo-te ao pé de mim, encostado a mim, quero um amo-te com amor, eu quero mas parece que hoje em dia mais ninguem o procura.
A palavra "amor", tornou-se uma ferramenta para foder, tornou-se uma espécie de "Olá!".
Torna-se ridículo ver alguem dizer "amo-te" após uma semana de namoro, sei que o amor não cresce apenas com o tempo, mas também com a forma como a pessoa nos atinge, mas uma semana é um periodo de tempo demasiado curto para a palavra "amo-te" surgir.
O mais nojento, e cito "NOJENTO", é que todas elas parecem saber do que se passa, têm consciência disso, mas gostam!
Gostam de ser usadas, gostam de servir como bancos de esperma que andam, gostam que lhes digam coisas estúpidas como "quero experimentas os meus travões nas tuas curvas.." , mas parecem já não gostar de ouvir "foi por ti que me apaixonei, e apenas a ti te amarei".

Isso faz parte do passado, se queres mesmo entrar no coração de uma rapariga aqui tens a receita:
- compra o "tal cap"
- veste só fatos de treino
- sê convencido
- mete a meia por cima das calças
- compra uma mota
- dá-lhe desprezo
- mete-lhe os cornos
- de vez em quando dá-lhe uma chapada e diz que nunca mais a queres ver à frente ou saber dela para nada
- usa o brinco a imitar diamante na orelha
- muda a tua alcunha para MC qualquer coisa, e cria o teu próprio grupo de hip hop
- e acima de tudo, não sejas romântico (parece que elas odeiam isso)

Eu gostava que tudo isto fosse mentira, mas grande parte é verdade, a realidade deveras estranha, mas para a grande maioria dos homens, vivemos num mundo de sonho, elas são presas faceis de caçar, uma maneira fácil de ejacular. Se há tema de conversa que odeio é "eu já comi mais GAIJAS do que tu" - vejo isto como uma maneira de denegrir a imagem feminina e aumentar o ego masculino.
Elas gostam de sexo, adoram! Gostam de um bom minete, não querem apenas baba nos lençois e sentir a lingua a mexer como se fosse uma um peixe fora de àgua a mexer-se de um lado para o outro sem saber para onde ir, querem sentir que ele sabe o que tá a fazer, querem sentir prazer! ElaS também não gostam que ele se aguente só uma foda (por amor de deus) - elas querem-se vir primeiro, depois querem que ele se venha, querem fazer-lhe um bico para ele não ficar mole e continuar a foder, sem parar, querem ficar ali a noite inteira, porque ele tá a sair-se bem, tá-se a aguentar, e ela tá-se a vir como nunca se veio, ela tá a sentir prazer e a libertar o stress da escola, do trabalho, dos problemas que tem em casa, ela quer ser livre por uma noite.

Sinceramente? Acho que sou demasiado novo para pensar nestas coisas..

Sentimento

Para quê sonhar tocar as nuvens, se depois não podemos trazer um pedacinho para casa?
Iremos apenas guardar, talvez para sempre, ou apenas durante uma pequena eternidade, uma memória de quando as tocámos, olhámos para baixo com um ar suave a demonstrar um pequeno desdém por todos os que queriam e ambicionam estar no nosso lugar e majestosamente gritamos: EU SENTI O QUE NUNCA SENTIRAM, E TOQUEI NO QUE NUNCA TOCARAM!
Tanta liberdade desperdiçada, mas tantos sonhos realizados. O vento tocou-nos o cabelo delicadamente, lembramo-nos daquelas belas festas que a nossa mãe fazia quando nos ia deitar.
Tentamos entender o porquê de estarmos aqui, por vezes não queremos dar razão aos que dizem que Ele conseguiu conceber o inconcebível, criticamos quando Dele não obtemos resposta ou ajuda, criticamos quando conseguimos o que queriamos e não Lhe agradecemos por sabemos que foi à nossa custa, e Ele nada fez para alcançarmos os nossos objectivos, mas sentimo-nos louvados quando sobrevivemos de algo mau, e a Ele lhe dizemos: Obrigado.
Mas obrigado porquê? Existem demasiados poderes divinos para um planeta tão pequeno, DECIDAM-SE!
Tentamos abraçar a brisa maritima que nos corre pelo corpo, ficamos encantados com tanta suavidade, e sentimo-nos poderosos por podermos apreciar este tipo de sensação. É engraçado ficarmos irritados quando a mesma brisa passa pelo nosso corpo, ou porque está frio e só queriamos um bocadinho de calor, então talvez porque estamos enervados com outro assunto qualquer, e achamos que tudo o que se está a passar é apenas mais um gesto divino para nos estragar o dia.
No inicio não vemos as falhas, sabemos que nada é eterno, e mesmo que vejamos algumas falhas, tentamos não reparar, queremos desesperadamente que aquela sensação seja perfeita.
Surge uma essência no ar, depressa ocorre-nos que conhecemos aquele cheiro, o cheiro vai ficando mais intenso à medida que o tempo passa..
Do nada outros lábios tocam nos meus, fico espantando, admirado, assustado, não estava à espera, mas depressa o pensamento voa, e os lábios falam:
- Então paixão, estás à minha espera à muito tempo?
- Não, só um bocadinho.