quinta-feira

Tempo

Cada vez mais acredito que a culpa do tempo magoar é nossa, dizermos que o tempo magoa é mais uma desculpa insignificante da nossa cobardia para não tormamos uma acção.
Quando vezes estamos perante quem pensamos ser a paixão da nossa vida, aquele ou aquela que desejamos passar uma eternidade juntos, e estamos ali sentados, ou enconstados nalgum muro à beira-mar a apreciar a aquela vista fantástica, em que parece qu ea bela água azul do rio e o pôr-do-sol, combinaram juntar-se para proporcionar um ambiente mais romântico naquela bela tarde, quando damos conta que o tempo passou e ouvimos precisamente o que não queriamos ouvir ("o ambiente está maravilhoso mas tenho que me ir embora" ou "adorei estar contigo, mas tenho que partir"), a partir desse momento tudo pára por uns breves segundos, aqueles breves fragmentos de tempo em que pensamos:

"NÃO! Isto não pode acabar - querendo procurar coragem, mas cedo a realidade caí sobre nós - mas.. não chegou a começar.. - e voltamos a tentar ganhar coragem - posso-lhe dizer o que sinto - revelam-se certos medos - mas e se não estiver interessada em mim? eu sou um pouco gordo.. - surge um pouco de egocêntrismo - eu até sou um rapaz giro.."

Apesar de tanto rebuliço na minha cabeça, acabo precisamente por dizer o que menos queria, invés de lhe dizer o que sinto, e de lhe confidenciar o meu maior desejo (amá-la) em bruto por falta de coragem, tento suavizar uma breve declaração olhando para os seus belos olhos castanhos: Adorei passar esta tarde contigo, quando estou contigo o mundo pára e parece que tudo gira à nossa volta, espero poder voltar a repetir, e sentir outra vez o que senti hoje..
Acabo de dizer isto, e sinto-me fraco, olho para baixo e vejo que tenho as pernas a tremer, poucos segundos começam-me a tremer os braços e o coração acelera, nessa altura penso:

"Eu disse isto? Eu consegui dizer isto? Óh Meu Deus, isto vai estragar a nossa amizade, ela vai começar por negar as minhas tentativas de encontro agora que sabe que gosto dela, mas ao mesmo tempo vai ficar confusa porque não quer negar as minhas tentativas de encontro porque tem medo de magoar, ela vai ficar sem saber o que fazer e vai mesmo acabar por não responder às minhas mensagens, aos meus telefonemas, vai começar a fugir de mim na rua, e eu vou dar conta que talvez tenha exercido demasiada pressão sobre ela com tantas mensagens e telefonemas e talvez por eu começar a ficar paranóico por ela não me falar me torne assustador, MAS EU AMO-A!"

Reparo então que ela começa a ficar corada e com um olhar envergonhado, suavemente ela agarra-me nas mãos, e ficamos frente-a-frente de mãos dadas olhando fixadamente um para o outro, e então ela começa por mexer os lábios como se fosse dizer algo, e eu apercebo-me de que talvez também ela esteja confusa com o que lhe disse. Antes que ela possa dizer algo eu tomo uma atitude com a pouca coragem que ganhei com os gestos que ela demonstrou e digo-lhe: Eu..
Antes que possa acabar a frase ela interrompe-me, apertando-me as mãos com um pouco de força e diz-me:
A nossa amizade foi bonita, mas quero que o nosso amor seja lindo..

Ela esboça um belo sorriso (como sempre, aquele belo sorriso pelo qual me apaixonei no primeiro dia), e deixa cair uma tímida lágrima. Eu estou completamente estático sem saber o que fazer, dizer, pensar, mas acabo por me chegar um pouco mais à frente, muito perto dela sussurrando-lhe: A nossa amizade foi linda, o nosso amor vai ser eterno..

Ficamos agarrados um ao outro, enconstados naquele muro à beira-mar, a trocar juras de amor. Em breve ela tem que se ir embora, e ambos sabemos disso, mas não temos pressa em gastar toda a saliva naquela tarde, porque sabemos que vamos passar por muito mais dias, tardes e noites juntos.

--

O Tempo magoa se quisermos. Depende apenas de nós usá-lo a nosso favor, se eu tivesse perdido tempo e não lhe tivesse dito aquilo que sentia, talvez uns anos mais tarde a visse agarrada a outro, e aí sim, o tempo ia-me magoar, e muito.
Alguem uma vez disse: "Mais vale arrependeres-te de o teres feito, do que nunca o teres tentado fazer"
Eu não me arrependo do que disse, muito pelo contrário, arrependo-me apenas de não o ter dito mais cedo.
Se eu não tivesse tentado, talvez nunca mais teria ganho coragem para o fazer, talvez aquele momento à beira-mar tenha sido o ideal, apenas sei que hoje sou feliz com a mulher que amo, e isso é eterno.