quinta-feira

Não sei do que falo, e também não sei se quero falar!

A Única certeza que posso ter neste momento, é que não tenho a certeza de nada, e muito sinceramente isso assusta-me.
Tenho muitas poucas certezas sobre muita pouca coisa, mas por vezes essas poucas coisas parecem-me incertas.

Tenho uma certeza: gosto de sonhar.

Gosto de dar asas à minha reflexão pessoal, gosto de sentir que consigo comunicar comigo, gosto de me afastar do resto sentado a um canto, enquanto escrevo, penso, imagino, sonho, grito, falo, sim sou maluco, um maluco descontroladamente são, controlo os meus actos mas não a minha imaginação.
Uma das coisas que mais gosto em mim é pensar por mim próprio, nunca seguindo regras ou protocolos de outrem, das poucas coisas que me orgulho é conseguir ser eu mesmo.
Poucas pessoas não gostam do meu feitio, admito que posso ser teimoso, chato, arrogante, gozão, infantil, posso pedir desculpas por certas atitudes que tomo, mas nunca irei pedir desculpas por ser quem sou.

Um dos meus maiores problemas, é pensar, penso em demasiado, preocupo-me em demasiado, dou demasiado valor a certas e determinadas coisas, coisas que podem não ter relevância nenhuma, coisas que podem não ter muito significado, coisas que por vezes passam ao lado.

Não sei do que falo, e também não sei se quero falar!

(desenho: http://andreflaviorocha.blogspot.com/)

3 comentários:

Sofia * disse...

admiro-te ! simplesmente, sinto-me feliz por te conhecer. fascinas-me ! sabes o que é ? eu sabia que ia gostar do que ia ler mesmo sem ler .. gosto do que escreves, gosto como escreves ! gosto de ti *

Patrícia disse...

o pensar demasiado dever prob desta area residencial..keu sofro do mesmo!!

prometo começar a ser assiuda ao te espaço!!beijinho,vezinho ;)

*abelhah

Lady JO disse...

a mha certeza ék só te kero ver feliz.. (: bjO*