domingo

Diálogo comigo mesmo..


Porque és sempre tão estúpido ? Porque não começas a avaliar as situações como elas são e não como queres que elas sejam ? Porque continuas a acreditar que vais encontrar alguem quando sabes que ninguem te quer ? Porque continuas a pensar que vai passar da amizade para algo mais profundo ? Tu sabes que não é assim, eu sei que estás farto de seres "o tal amigo" que está lá sempre para ouvir, para compreender, para dizer aquilo que elas querem ouvir, e estás farto que elas nunca dêem valor a isso. Não tens culpa de teres um coração de manteiga, mas tens que ter cuidado com a faca que te o vai cortar, porque o golpe pode ser muito profundo, e de golpes profundos já está o teu coração cheio.. Sabes que não consegues mudar o teu feitio, e mesmo que tentes mudá-lo por instantes sentes-te sempre melhor a tentar confortar os problemas de outrém.
Em certas alturas sentes-te em baixo ou deprimido porque pensas que ninguem se preocupa contigo, que ninguem te dá atenção, que ninguem se importa com o que sentes, mas sabes que tens amigos, sabes que existe alguem (mesmo que não sejam muitos) que se preocupam contigo e que se interessam pelo que sentes. Embora muitas vezes não o pareça..

Preocupas-te demais e dás demasiado valor ao resto em vez de te preocupares contigo mesmo, o teu maior desejo era teres dinheiro sufeciente para realizares os sonhos dos teus amigos ou amigas mais chegados, poderes resolver os problemas, mas sabes que não podes, e isso magoa-te, mas tens que compreender que muitas vezes uma palavra amiga conta muito mais do que qualquer montante exagerado de dinheiro.

E lá estás tu a fugir ao assunto principal, estavamos a falar de ti mesmo, de estares farto de estares sozinho, tens que assumir que precisas de alguem, tu sabes que precisas de alguem, mas será que alguem precisa de ti?
Estás farto de ouvir dizer que és giro, que tens olhos azuis, que és diferente, que és isto que és aquilo, que as raparigas de setúbal não têm olhos na cara, que te adoram, mas tu precisas mais de uma simples adoração, tu precisas de alguem que te ame como sabes que vais amar essa pessoa. Estás carente, precisas de alguem para amar, para mimares, para sussurres ao ouvido "amo-te", para ficares alguem tempo com essa pessoa no sofá ou na cama, os dois agarrados, a aquecerem-se mutuamente, a namorar, a ver televisão, a ouvir música, ou simplesmente ambos de olhos fechados a pensar no que haverão de dizer um ao outro quando tudo o resto já foi dito.
Tu precisas disso! E estás tão carente que qualquer pessoa que se chegue um pouco mais próxima de ti, tu ficas com um fraco enorme com essa pessoa, ao ponto de quereres admitir que gostas dela, ao ponto de quereres dizer que é dela que precisas, que é com ela que queres ficar, não importa por quanto tempo, o que importa é que ela esteja contigo! Tu sabes que serias capaz de a amar, de a ajudar, de a apoiar, tu sabes disso tudo, mas tens medo de lhe dizer, e tens ainda mais medo de sair magoado..
Admite.. és um cobarde.. tens medo de seguir em frente, tens medo de te chegares mais um bocadinho para a frente e a beijar, tens medo de lhe dizer: "eu gosto de ti!" , tens medo, mas sabes que é isso que queres!
Vai em frente, sabes que o não estará sempre presente, tens de ter confiança de que o sim vai chegar. Mostra-te confiante, confia em ti.

Não te escondas mais, não passes mais tardes fechado no quarto a lamentar-te, a pensar que gostas dela, a pensar em como lhe vais dizer o que sentes, a pensar na reacção dela. Esse é outro dos teus problemas, pensas demasiado, complicas demasiado, quando o que devias fazer era arriscar, ir em frente, mas não consegues, porque tens medo de sofrer, tens medo do Não!
De momento sentes-te em baixo porque tens falta de tudo o que foi acima referido, mas se não batalhares pelo que queres jamais vais encontrar o que procuras.
Mostra-lhe que és capaz de a amar, mostra-lhe o que realmente és, mostra-lhe o que lhe poderás dar, mostra-lhe o que sentes por ela, mostra-lhe quem és e ela saberá sempre quem foste.

Do que precisas mesmo, é do que te faz mais falta: amor.

1 comentário:

Sofia * disse...

nao, nao és cobarde ! revolta-me tanto q penses assim ! esses med0s .. a q tu chamas cobardia .. sao tao naturais de sentir ! es mesmo especial pedro .. ! precisas d0 q todos precisamos ! 1 dia vais encontrar quem te de tud0 o q mereces ! tens tanto pra dar .. mereces alguem q t d o valor q mereces ! beijinh0 * comporta-te ! ador0-teh grossinho (;